Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Nascidos para correr, Christopher McDougall, CADERNO


Timothy Egan respeitado jornalista do periódico NYT e igualmente galardoado e conceituado autor de obras não ficcionais recomenda e nomeia este livro "Nascidos para correr" como uma «obra pioneira». Mas, há quem diga mais, The Irish Times destaca-o como uma obra "feliz e viciante sobre corrida". Há até quem o destaque como um clássico e uma magnífica obra científica.

Parta do princípio que vai ler um livro sobre uma tribo ultrasecreta - os tarahumaras, mas não se esquece de que pegou num livro sobre corrida e num dos técnicos, basta olhar aos nomes que se vão espalhando pelo livro para vermos que a coisa é a sério.
Para falar de corrida, há que falar de corredores, exemplos marcantes e inspiradores que poderão fazer as ilusões de qualquer um de nós, de um dia, longínquo, quem sabe poder vir a correr assim. Pois não se abordam aqui quaisquer tipos de corridas, mas sim as Ultramaratonas, talvez ainda num conceito mais ultra do que vocês esperam. No entanto, para contrabalançar o número de kms aqui em causa, pensemos neste livro como um manual de ensinamentos para o minimalismo da corrida! O conceito não é meu é sim de muitos ultraatletas (se é que o conceito existe) sobre novas formas de abordagem às ultramaratonas, que não são mais do que recuar no tempo e esquecer quase todo o tipo de "dispositivos" existentes ao nosso dispor na atualidade e que são supostos de melhorar as nossas capacidades como corredores.

Como pode ver até aqui, tudo envolve algum conceito sempre antecedido de ultra. E sem dúvida que ultra é a palavra de ordem, especialmente quando páginas e páginas seguidas fazem revelações, ultra, sobre factos que, ou você já desconfiava ou já tinha ouvido, mas agora aqui e associado a nomes sonantes vêm afirmar a veracidade dos factos com as piores provas possíveis - os resultados nos nossos corpos.
Claro que eu não vou desvendar aqui, mas fica já de aviso que este livro, para além de ultra viciante é igualmente desmotivador. Sim, desmotivador!? Ora veja, o que será que se pensa, quando olhamos à volta e concluímos que anos de evolução em vez de nos adiantarem estão a atrasar-nos!? Havemos nós de parar e recuar no tempo!? Assumamos que são de todos verdades inconvenientes e desmotivantes...

Mas, calma, o livro não é uma força destruidora, é antes um manual, recheado de dicas, de nomes, de datas, de conceitos... atletas, tempos de prova, destinos para a aventura... veja este livro como uma autêntica viagem, por entre desertos, vales, povos longínquos e encare a quantidade de kms como uma possibilidade de aprendizagem.

E lembre-se: Correr não envelhece, envelhece-se é por deixarmos de correr!

Poderia desvendar mais do livro, falar-vos de Caballo Blanco ou até da tribo dos Tarahumaras ou da corrida da liga dos fantásticos ou explicar-vos desde já o porquê dos novos modelos de sapatilhas Nike... mas depois assim retirava-vos a piada de percorremos kms de frases sobre a arte de correr e se sairmos convencidos de que essa arte não se ensina, nasce com a gente!

NASCIDOS PARA CORRER!


Para explorar mais:
http://www.youtube.com/watch?v=g4fgo22ylMY&feature=related - minimalist runners
http://www.youtube.com/watch?v=2o15Ibc0Bvo&feature=related - part I, II and III
http://www.youtube.com/watch?v=0qwCZ5iq12o&feature=related - part I, II, III and IV - Raramuris
http://www.youtube.com/watch?v=FnwIKZhrdt4&feature=related - weird or what!?

E quem sabe...
Boa corrida
senão, Boas Leituras! ;)


Sem comentários :