segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Opinião :: "Confissão" (3º livro da Trilogia Este Homem)

Wow Jodi Ellen Malpas desta não estava à espera!
"Confissão", o terceiro e último livro da trilogia Este Homem vem atar as pontas soltas que a história de Jesse e Ava tinha após a conclusão dos últimos dois livros.
Passei por diferentes opiniões ao longo desta trilogia. Comecei por gostar da história mas não de Jesse, depois era Ava e a sua passividade que me irritavam enquanto o enredo melhorava mas quando entrei neste terceiro capítulo, decidi meter tudo para trás das costas e dar-lhe uma última oportunidade de me arrebatar por inteiro. O caminho foi tumultuoso mas o destino final surpreendeu-me pela positiva.
E agora, aplaudo de pé!!


Terminamos "Obsessão" com muitas perguntas sem resposta e algumas das quais, quando por fim vemos esclarecidas, são mais que motivo suficiente para fazer voar o livro pela sala fora. Acreditem, continuo a querer bater no Jesse, mesmo agora que sei o fim desta história toda, mesmo quando compreendo tudo e consigo encontrar justificação para muitas das suas acções desde que conhece Ava. Não me interessa que digam "os fins justificação os meios" para mim é impensável algumas das atitudes que são tomadas por estes dois mas vá, não é por isso que o meu lado mais masoquista decidiu ler tudo até ao fim. O drama não se fica pelos excessos desta relação a dois, nem pelo The Manor ser uma casa de sexo, por Ava ter um ex que é um sacana ou Jesse ter ex amantes às centenas.
Não, o drama não se fica por ai e em "Confissão" não só se intensifica, como atinge o limite quase mortal!

Nesta nova etapa, para a qual Ava foi "encurralada" ainda que com gosto, sabemos que ao levantar o véu vamos encontrar alguma reviravolta para perturbar a paz aparente na relação de ambos e se o nome do livro nos diz algo, é que ESTE HOMEM tem mais alguma coisa a confessar. E agora, com a sua mulher ao seu lado e possivelmente muito bem acompanhada (graças aos seus planos maquiavélicos), Jesse e os seus modos tresloucados só têm tendência em piorar de modo a manter a sua mais que tudo perto dele e em segurança.
A vida de Ava ao lado de Jesse não é fácil. Como se não bastasse o seu homem possessivo e arrebatador que a ama loucamente, ainda tem de lutar contra os planos do marido para a manter por perto, as diversas ameaças femininas do passado de Jesse e os clientes abusadores do seu próprio presente. Não, a vida de Ava não é fácil, nem está a salvo, nem sequer dela mesma MAS pela primeira vez, em toda a trilogia, ela tem uma atitude digna de uma mulher crescida (embora que por breves momentos) e que a faz questionar tudo, até o seu amor por Jesse.
Por entre gritos, lágrimas, sexo e promessas de amor eterno, a história de Ava e Jesse sofre diversos acidentes e ainda é abalroada com força para fora da estrada mas nada é suficientemente para os afastar.
Nada do que possa aparecer, quer desenterrado do passado ou escarafunchado do presente é capaz de abalar a relação especial que construíram. Ou haverá algum esqueleto no armário de Jesse que está pronto para sair e atormentar esta nova etapa da sua vida com Ava?
E ela, conseguirá lidar com tudo o que acarreta estar ligada a Jesse, especialmente o seu passado?
O que será a derradeira ameaça para a sua felicidade?

As surpresas que nos esperam neste livro salvam a trilogia, dão-nos uma perspectiva completamente nova sob as personagens e a história mas fazem-nos compreender uma coisa, ou pelo menos confirmá-la uma vez mais. Todas as pessoas são diferentes, cada casal é especial à sua maneira.


Enquanto lia este terceiro e último livro da trilogia escrita por Jodi Ellen Malpas dei comigo a pensar em algo que me disseram outro dia “é uma coisa nossa, não me importa que os outros não entendam”. De certa forma, Ava e Jesse acabam por chegar à mesma conclusão e por nos arrastar com eles. Por vezes o que consideramos estranho, inadequado, tresloucado, doentio, exagerado ou tarado, é a normalidade para outros. Para Jesse e Ava a normalidade é entregarem-se à paixão, à obsessão que os consome e do qual se alimentam quando e quantas vezes lhes apetecer. O dia a dia destes dois é uma combustão espontânea sexual e verbal. Se para os outros é a conversar que se entendem, para Jesse e Ava é uma tremenda sessão sexo, nús e a arfar, provavelmente no chão do escritório e pelo meio de uma dúzia de palavrões.
Se isso os faz feliz, se isso lhes dá paz de espírito, se isso é o entendimento que necessitam para viver bem a dois, então FORÇA!! Que toda a gente encontre a sua normalidade especial e seja feliz sem se preocupar com o que os outros pensam.
Este Homem chegou de rompante para dar cabo da nossa cabeça e agora vemos a sua história chegar ao fim, com momentos altos e baixos, mas sem conseguirmos ficar indiferentes.

E o fim, oh o fim...sim senhora, eu gostei do fim.
Costuma-se dizer que "No final tudo acaba bem - se não está bem é porque não acabou"
E o final vale todos aqueles momentos em que me apetece bater no Jesse. Sim, tem drama, muito drama mas arrancou-me um grande sorriso. Por isso, que venham os próximos livros da autora.
Eu gostava de fazer um pedido especial.
Posso pedir um livrinho do Sam e da Kate?
Oh vá lá!!
:D

Uma novidade 

Relembro a opinião aos dois primeiros livros

10 comentários :

EfeitoCris disse...

ah por isso é que andavas a cantarolar o Kravitz...

... há tantos anos, tantas horas de espera para o irmos ver!!!
e tantos anos depois, ele tão giro na mesma e nós ali mesmo à frente no RIR ;)

a vida é mesmo uma soma de momentos

ElsaR disse...

Nop sise, foi ao contrário.
Anda um cd de Lenny no carro perdido e no dia em que estava a acabar de ler este livro, jantei com a playlist dele a tocar. Encontrei esta música e fez clique com a história.

Mas esta trilogia tem uma boa playlist.

Raquel Moreira disse...

Terminei de ler ontem! concordo com a vossa opinião! adorei o final! adorei ver respondidas tds as dúvidas que o 2º livro deixou no ar!

:D

Adriana disse...

Oi Boa Tarde...
estou a procura do 3º livro da trilogia e não consegui encontra em nenhuma livraria, onde vcs compraram o livro, gostaria muito de adquiri o meu.
obrigado

deni disse...

Onde comprar o 3 livro?

Mariusky Spínola disse...

Estive como tu... mas no fim, as surpresas não me conseguiram fazer gostar da trilogia... Li, odiei o Jesse e as suas atitudes neandertais, detestei a passividade da Ava e aquela amiga que deixava que o Jesse lhe fizesse tudo o que lhe apetecia... E a cena das alegemas... A sério?? Ridículo!!
Houve novidades que trouxeram outras luz à história e como dizes nos fizeram compreender realmente o que tinha originado tudo aquilo... Ainda assim, como história romântica não me convenceu...
Era daqueles livros que tinha posto na estante dos livros a manter e acabei por ler o terceiro volume logo que pude para os revender... Fiquei desapontada.
Acho que a escrita da Malpas até é interessante, tem um escrever fluido que se lê bem, precisa é de melhorar o enredo em si...
Mas sim... quero ler o novo livro dela!!

E Sim, adorava um livrinho sobre o Sam e a Kate. Algo menos sombrio e mais divertido para aliviar o stress do Jesse e da Ava!!

Anónimo disse...

Gostaria de saber aonde comprar o terceiro livro fisico, pode me indicar um lugar para comprar?

solange disse...

eu já li os três e adorei !! Cada um sabe o que é para si a normalidade :)

Marta Batista disse...

Olá!! Acabei agora de ler a trilogia. Adorei a história apesar daqueles comportamentos obsessivos de Jess! Mas fiquei com uma dúvida! É um pequeno pormenor!! A Ava diz várias vezes que tem pele cor de azeitona! Mas na parte em que ela vai passar uns dias a Espanha com Jesse quando regressa os colegas de trabalho dela dizem que ela está com um lindo bronzeado! Não percebi! Se ela tem tom cor de azeitona!

Anónimo disse...

Gente, onde comprar o terceiro livro????