Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Comecei e acabei de ler...."Promete-me"

Comecei a ler na sexta, mergulhei no sábado pela madrugada e terminei-o domingo antes de ir dormir, não sem antes escrever a opinião de rajada.
Quando tenho um livro no telemóvel é uma desgraça, devoro-o em meia dúzia de horas.
Mas afinal o que andei eu a devorar?
"Promete-me" de C.M. Cruz.


A minha vida era completa e perfeita.
Era feliz, amada e protegida.
Até que tudo mudou, quando fui raptada.
Após quase 7 anos como escrava, encontrei a minha liberdade.
Mas até que ponto eu estava realmente livre?
Elizabeth Collins tinha tudo o que sempre sonhou. O emprego para o qual estudou, uma família que a adorava e um namorado que a amava.
Foi com o pensamento de um futuro promissor, que o mundo da Beth desabou aos seus pés.
Ela foi raptada, torturada e violada por 7 longos anos. Levada para um mundo de terror e sofrimento, foi forçada a anos de cativo, sem esperança.
Mesmo tendo encontrado a sua liberdade, estará ela realmente livre? Irá ela conseguir viver num mundo onde os monstros de verdade existem? Ou será que o Alec Brenner a conseguirá salvar de seus demónios?
Uma promessa foi tudo o que ela pediu. Mas não era uma promessa qualquer. Será o Alec capaz de cumprir o prometido? Mesmo que isto signifique perder a Beth para sempre?

Um romance obscuro, com elementos ásperos, tais como linguagem forte, violência e conteúdo sexual forte. “Promete-me” é o primeiro livro da série “Hoje e Sempre” e contém temas sensíveis para algumas pessoas.

E sim, não é para pessoal de estômago fraco. Antes de ser erótico é de agoniar.

Temos o livro a passatempo e a opinião será publicada esta semana.
O que me dizem de dar oportunidade a uma autora portuguesa que me meteu a ler até às 4h da manhã?

Uma novidade

Sem comentários :