Pesquisar neste blogue

A carregar...

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Opinião : "Se eu fosse tua"

"Só porque tens um passado, não quer dizer que não possas ter um futuro"
Todos temos um passado, uma bagagem que carregamos connosco. Esta carga devia-nos permitir ser mais conscientes e aceitar com mais facilidade as diferenças que encontramos nos outros.
Infelizmente nem todos vemos as coisas dessa maneira...


Conhecemos Amanda no seu último ano do secundário, quando se muda para a casa do pai em Lambertville. Uma miúda bonita que só quer ter amigos, levar uma vida normal e ir para a faculdade. Uma história igual às outras, tanto que pela sinopse possa haver quem não tenha percebido que o segredo no passado de Amanda é ela nasceu como Andrew, um rapaz.

Quase me sinto tentada em recomendar este livro sem dizer que fala sobre uma adolescente transgénero mas não é pelo choque que mudamos mentalidades, é em criar espaço e predisposição para aceitar/ficar a conhecer as diferenças dos outros.
Acho que só temos a ganhar em conhecer pessoas diferentes de nós, reais ou fictícias.

Ao longo de "Se eu fosse tua" acompanhamos o presente de Amanda, com algumas visitas pontuais ao passado, em momentos chave da sua vida antes, durante e depois da transição. 
No meio de todas as outras pessoas, o que a torna diferente?
É apenas uma miúda que quer ser amada, levar a sua vida para a frente, ser feliz. 
Não é o que desejamos todos?


Gosto que existam livros que abordem temáticas que são tabu e que ainda deixam tanta gente incomodada. Sim gente, vivemos num mundo onde há pessoas gays, lésbicas, bisexuais, transexuais e um sem número de "uais" mais ! 
E sim, muitas vezes todas essas mudanças e percepções dão-se em tenra idade, consciente ou inconscientemente.

Gosto especialmente que a Nuvem de Tinta, desde o seu primeiro livro publicado, tenha passado por temáticas que povoam diariamente a vida dos jovens. Depressão, bullying, aceitação, liberdade de género...só posso dizer, "que venha o próximo!"

"Se eu fosse tua" é uma novidade

Sem comentários :