segunda-feira, 15 de maio de 2017

Opinião "Isto Acaba Aqui" de Colleen Hoover

Finalmente...
finalmente chegou o dia em que vão ter a oportunidade de ler "It ends with us" em português.
Boa sorte!


Brutalmente belo e destruidor, "It ends with us" é o livro mais pessoal que a autora escreveu até à data e talvez aquele que mais lágrimas conseguiu roubar aos seus leitores.

Conhecemos Lily num dia que em diz adeus um familiar. Dividida entre as aparências e a sua verdadeira vontade, Lily deixa sair a verdade num verdadeiro momento "drop the mic".
É nesse mesmo dia que conhece alguém com quem rapidamente traça uma linha que não deve ser ultrapassada. Enquanto um procura um caso passageiro, o outro quer o que um dia lhe escapou como areia entre os dedos. Decididos em ser honestos um com o outro, travam uma batalha de verdades que coloca a nú os seus mais obscuros pensamentos, o que acaba por criar entre si uma conexão difícil de esquecer.
Mas a vida tem os seus próprios planos e Lily finalmente tomou rédea dos seus ao dar os primeiros passos na concretização do seu sonho de ter um negócio próprio. E quando tudo parece se encaminhar no sentido certo, em que a nossa heroína tem tudo com que sonhou, lá vem novamente o destino fazer das suas ao trazer ao presente o que ficou algures perdido no passado.

Agora....
eu podia continuar a falar sobre o que se passou, sobre a Lily (que rapidamente se torna uma amiga), sobre o Ryle (por quem nos apaixonamos em meia dúzias de páginas), sobre o Atlas (a quem queremos agarrar e nunca mais largar), sobre a mãe, sobre a amiga, sobre o passado, sobre o presente, sobre os sorrisos, sobre as lágrimas, sobre o friozinho na barriga, sobre os tremores que se seguem à impotência de nada podermos fazer para mudar na vida de alguém que caí de pára-quedas na nossa, sobre o quanto este livro nos joga num perpétuo vazio que nos ataca bem no centro do peito quando percebemos que pior que amar alguém é odiar quem se ama.....ahhh podia inclusive falar novamente de como o título deste livro permite, em português, fazer um trocadilho que encaixa completamente no estado mental com que terminamos a leitura MAS não o vou fazer.

Sabem o que vou fazer em vez disso?
Vou sentar-me aqui a ouvir as músicas que fui compilado para a playlist da Elsa sobre este livrinho.
Esperei que este livro chegasse a Portugal para ter alguém que me entenda.
E agora....será que vão compreender quando disser que este É O MEU LIVRO PREFERIDO DA COLLEEN??



Depois venham comentar comigo o que acharam. Se precisarem de um ombro para chorar, lembrem-se.
​É algo que digo para mim tanta vez. 
"Just keep swimming" :) 

"Isto acaba aqui" é uma estrondosa novidade

1 comentário :

Monica Rolim Soles disse...

Ora bem…. Agora que já li o livro… a minha opinião…. Sim, é definitivamente o melhor livro da Colleen, mas…. Ainda assim o “Amor Cruel” não fica muito atrás…. Tenho tanto que dizer que nem sei por onde começar…. Ainda me dói o coração de tanto chorar… chorei baba e ranho durante a maior parte do livro…. Convulsivamente, que até fiquei inchada na cara e com uma leve dor de cabeça…. (sou uma chorona de livros). Mas toda a história merece… 1º pela vida dela e da mãe, depois pelo Atlas…. Depois pelo Ryle… a minha opinião a cerca do Ryle talvez não agrade a muita gente…. Não me entendam mal, um agressor é sempre um agressor, e a história tem a condução correcta, o fim merecido. Mas eu não odiei o Ryle. Nunca convivi de perto com abusos na minha vida, felizmente, mas pelos Media e histórias daqui e dali não o considero o epitome do agressor…. Não estou, contudo, a defender o comportamento dele nem a aceitar, nem acho que o decurso da história devesse ser diferente… Só tenho pena, muita pena, da vida que ele teve, do que ele viveu, que está implicitamente ligado ao caracter agressivo que ele tem. Mais uma vez, não justifica a violência, mas percebesse o porquê de ele dizer em relação ao miúdo que morreu (logo no inicio do primeiro encontro deles) que aquele acontecimento vai destruí-lo para o resto da vida…. Porque destruiu…. Porque no fundo ele é quem mais perde no meu disto tudo … porque felizmente para a Lily – acaba por ficar bem e feliz, junto de quem a ama e muito e também a merece, já o Ryle, dificilmente conseguirá encontrar a felicidade plena…. E isso apesar de ser a consequência das suas ações, e que no fundo merece, mas … não deixo de sentir tristeza por isso, pois a Colleen escreveu sobre ele, sobre o amor deles e felicidade deles, de uma forma que nos faz apaixonar por ele também……
E agora, tanta espectativa e pronto…. Já acabou … lia muito mais sobre eles…. Gostava de um epílogo mais prolongado….